BLOG

Luis Gustavo Morato Leite

Implante dentário em zircônia traz estética gengival mais natural.

implante dentário em zircônia e estética

O implante dentário em zircônia traz estética gengival marcante e natural. Conheça um pouco mais sobre este material utilizado em tratamentos com prótese dentária fixa em porcelana para pacientes exigentes com os resulados estéticos do seu sorriso.

 

 por Luís Gustavo Morato Leite, dentista graduado e especializado em prótese dentária pela UFRGS, em Porto Alegre.

 

 

Implante dentário em zircônia, a evolução para estética marcante.

 

A zircônia, um óxido branco e biocompatível, é conhecida pelas excelentes propriedades estéticas e de resistência na confecção de próteses dentárias fixas. Entretanto, de uns tempos para cá, o emprego deste material na fabricação de implantes dentários vem ganhando destaque pela capacidade para suprir as deficiências estéticas do titânio, o óxido mais utilizado na confecção de dispositivos implantodônticos. E parece que esta inovação tecnológica veio para ficar.

 

O implante dentário em zircônia está presente em menos de 1% dos tratamentos odontológicos com dispositivos implantodônticos no país. Desconhecimento da técnica e números limitados de modelos justificam um número tão baixo de dentistas utilizando o material, uma condição que deve mudar graças ao ingresse de fabricantes de peso na área e, principalmente, pelo elevado número de pacientes insatisfeitos com os resultados estéticos das gengivas submetidas a procedimentos com implantes dentários convencionais.

 

 

implante dentário em zircônia estética gengival
Implante dentário em zircônia: cores estéticas proporcionam gengivas mais naturais e harmônicas.

 

 

Indicações mostram as vantagens estéticas da técnica.

 

A utilização do implante dentário em zircônia como suporte para próteses dentárias  – incluindo, aí, as modernas dentaduras fixas do tipo protocolo – pode evitar uma série de problemas estéticos que frequentemente aos dispositivos em titânio. Para ter uma ideia melhor, acompanhe uma lista das vantagens do emprego da zircônia em diversos procedimentos em odontologia estética:

 

 

elimina o acinzentamento das gengivas pela translucidez do metal de implantes dentários em titânio;

 

reduz danos estéticos após a retração das gengivas que pode aparecer passados alguns anos da instalação dos implantes dentários;

 

 estética gengival mais natural;

 

durabilidade e longevidade próximos ao titânio;

 

resultados estéticos superiores para tratamentos combinados com lentes de contato dental e facetas de porcelana.

 

 

O fim das gengivas escurecidas pelo titânio de implantes dentários.

 

O principal problema do emprego do titânio em implantes dentários decorre da coloração escura deste material. Pacientes com gengivas finas e delicadas, além da maior tendência à recessão gengival, frequentemente apresentam as bordas gengivais escurecidas, uma consequência da exposição do implante dentário ou dos componetentes metálicos presentes em próteses dentárias fixas em porcelana– um problema estético que pode até mesmo ser motivo para perda de autoestima.

 

Outras causas frequentes para o aparecimento de gengivas escurecidas são a deiscência óssea (perda de osso ao longo de todo o corpo do dispositivo implantodôntico) e a retração gengival que pode ocorrer ao longo dos anos. E, para todos estes casos, o implante dentário em zirônia pode ser o dispositivo para evitar procedimentos reparativos que vão do enxerto de gengivas, substituição de próteses dentárias metalocerâmicas a até mesmo a remoção do dispositivo já instalado.

 

implante dentário gengiva escurecida
Gengivas finas e delicadas podem evidenciar, por transparência, o titânio de implantes dentários convencionais.

 

 

Desvantagens e problemas.

 

Pesquisas científicas vem acompanhando de tratamentos com implante dentário em zircônia, desde o pós-operatório até o comportamento ao longo dos anos – e os resultados, até agora, demonstram uma ligeira inferioridade do dispositivo comparado à sua versão em titânio.

 

As principais desvantagens da técnica decorrem da expressiva menor opção de encaixes para conexão com próteses dentárias fixas, um problema que, dependendo do local aonde o implante dentário é instalado, pode até mesmo inviabilizar o uso do dispositivo. Nestes casos, o emprego de materiais tradicionais (titânio) continua sendo a melhor opção, apesar das limitações do material à estética gengival.

 

Já os problemas mecânicos como fraturas de corpo ou conexões em zircônia, um achado frequente das primeiras gerações da técnica, vem diminuindo sensivelmente ao longo dos anos, ao passo que conexões mais resistentes e versáteis com próteses dentárias trazem mais recursos ao dentista especializado em implante dentário preocupado com a estética gengival final do tratamento.

 

 

Preço costuma ser mais elevado.

 

Pacientes sensíveis aos custos de tratamentos odontológicos costumam optar por dispositivos protéticos tradiconais. De maneira geral, a zircônia encarece dispositivos como pinos protéticos e próteses dentárias fixas ou adesivas, um problema que trazer limitações à estética gengival – dependendo do local e das condições ósseas e gengivais na região dos procedimentos dentários.

 

O preço do implante dentário em zircônia pode ser até 3 vezes superior à sua versâo em titânio. As causas para isso vão do reduzido número de fabricantes à baixa demanda pela dispostivo, condições que devem se alterar ao longo dos anos e favorecer os tratamentos para pacientes que exigem resultados estéticos de impacto com próteses dentárias

 

implante dentário em titânio
Implante dentário em titânio: estruturas metálicas acinzentadas podem trazer danos estéticos após a retração das gengivas.

 

 

Resultados estéticos são semelhantes a lentes de contato dental.

 

As transformações do sorriso de artistas e famosos realizados com laminados cerâmicos, nas técnicas com lentes de contato dental e facetas de porcelana, são famosas pelos resultados estéticos delicados e sofisticados. É graças a estes dispositivos que correções intensas na cor e forma dos dentes trazem mais naturalidade e harmonia ao sorriso – técnicas frequentemente contraindicadas para indivíduos com próteses dentárias sobre pinos e implantes dentários em titânio.

 

O implante dentário em zircônia é o dispositivo ideal para harmonizar coroas protéticas em cerâmica pura com laminados cerâmicos – e estética gengival mais natural. É graças a ele que diversas efeitos ópticos de transparência, fluorescência e opalescência podem ser reproduzidos mesmo entre técnicas diferentes, sem diferença nos resultados estéticos.

 

 

Pino em zircônia pode ser alternativa mais em conta para implantes dentários em titânio.

 

Existem alternativas mais em conta ao implante dental em zircônia que podem compensar a excelência do material na construção da estética gengival. Trata-se da prótese dentária fixa em porcelana com infraestrutura em zircônia, um dispositivo cujas partes em contato com o dispositivo implantodôntico bloqueia os tons escuros característicos do titânio.

 

Nesta técnica, também utilizada para repor dentes ausentes através de pônticos protéticos ou bloquear o acinzentamento de pinos metálicos, permite a combinação de próteses dentárias, lentes de contato dental e facetas de porcelana, sem diferenças visíveis nos resultados estéticos, além de servir como suporte para técnicas com coroas dentárias em porcelana pura.

 

pino em zircônia para implante dentário
Pinos em zircônia podem ser conectados a implantes dentários em titânio para otimizar a estética gengival.

 

 

Benefícios do implante dentário em zircônia na construção de próteses dentárias fixas em porcelana.

 

Gengivas escurecidas pelo metal de próteses dentárias fixas são problemas comuns e até mesmo motivo para a perda de autoestima em pacientes. Na maioria das vezes, o escurecimento dá-se pela translucidez do tecido gengival, que acaba evidenciando as raízes dentárias escuras pela corrosão do metal de pinos protéticos ou coroas, ambos em metal. Para estes pacientes, a substituição por dispostivos em porcelana pura pode ser necessária como forma de atenuar o dano estético.

 

Deficiência na estética das gengivas são frequentes no tratamento com implantes dentário em titânio. Neste caso, o dano estético decorre de situações como mal posicionamento do implante dentário, perda óssea por doenças periimplantares com exposição da porção metálica do dispositivo ou translucidez excessiva das gengivas em contato com a parte metálica de próteses dentárias fixas do tipo metalocerâmico. 

 

O emprego de próteses dentárias fixas em porcelana pura sobre zircônia é uma alternativa eficaz, embora com preço mais elevado, para otimizar a estética gengival e dentária em pacientes que exigem transformações de impacto em regiões anteriores das maxilas. Apesar da sofisticação desta técnica, é uma tendência irreversível até mesmo para procedimentos sem exigências estéticas elevadas.

 

 

Implante dentário em zircônia vale mesmo a pena?

 

Mais do que uma opção, o implante dental em zircônia é uma tendência em odontologia estética. Seguros e eficientes, são ideais para pacientes com gengivas finas e delicadas ou para procedimentos realizados em dentes anteriores. Por outro lado, o preço mais elevado do dispositivo e as poucas opções para encaixe de próteses dentárias precisam ser levados em conta na hora de selecionar os materais que serão utilizados no seu tratamento.

 

As indicações para uso de zircônia em tratamentos estéticos e funcionais em odontologia vem aumentando ano a ano, e parecem fazer dos implantes dentários a mais nova frente de procedimentos ainda mais estéticos e sofisticados. Por ora, o emprego deste dispositivo é indicado para pacientes não sensíveis ao preço mais elevado do material e mais exigentes com relação aos resultados de tratamentos dentários.

 

Ainda em dúvida? Consulte o nosso FAQ (perguntas frequentes).

Ou saiba mais com estes posts:

Voltar para o blog