BLOG

Luis Gustavo Morato Leite

Restauração onlay e inlay: as indicações, vantagens e desvantagens.

restauração dentária onlay e inlay post blog

A restauração dentária onlay e inlay é o procedimento ideal para pacientes exigentes com a estética do seu sorriso. Conheça as indicações, vantagens, desvantagens e problemas desta técnica com restauração dentária em porcelana, zircônia ou resinas reforçadas.

 

 por Luís Gustavo Morato Leite, dentista graduado e especializado em prótese dentária pela UFRGS, em Porto Alegre.

 

 

Restauração onlay e inlay, o estado da arte em odontologia estética.

 

Para quem tem mais de 40 anos de idade, a restauração dentária é o procedimento odontológico mais associado a consultas ao dentista. Presente nos dentes de 79% dos brasileiros dentados, esta técnica restauradora exige manutenção e substituições frequentes – isto até você conhecer a restauração dentária onlay e inlay, uma forma mais durável e resistente para restaurar dentes.

 

A restauração dentária onlay e inlay é a forma mais inteligente para restaurar dentes. Também conhecida como restauração em bloco, é confeccionada manualmente sobre modelos ou digitalmente por softwares específicos, proprocionando blocos precisos que são encaixados e colados diretamente sobre o dente, com cores e anatomia semelhante à estrutura dentária em tratamento – um deleite em odontologia estética de impacto em Porto Alegre.

 

 

Qual é a diferença entre onlay e inlay?

 

Os termos técnicos onlay e inlay referem-se, em odontologia, à extensão e localização dos blocos restauradores dentro ou sobre os dentes. Enquanto a restauração dentária onlay recobre toda a superfície do dente que entra em contato com o dente oposto, o bloco inlay, menor, prende-se internamente às paredes dentárias restantes. Conheça um pouco mais sobre estas técnicas:

 

inlay

É o bloco restaurador localizado entre as paredes dos dentes. Por ser de menor extensão, é menos utilizada devido às ótimas propriedades da restauração em resina composta para oferecer estética e durabilidade razoável para cavidades de pequena extensão. Trazem como vantagens a resistência ao amarelamento e deformação ao longo dos anos comparadas às versões tradicionais em resina ou amálgama de prata.

 

onlay

Mais utilizada da que a técnica inlay, é indicada para restarar dentes com perdas de paredes dentárias ou na recuperação de toda a estrutura dentária em contato com dentes opostos durante a oclusão e mastigação. Versátil, pode ser indicada desde a substituição de restaurações dentárias antigas, recuperação de dentes fraturados a até mesmo tratamento preventivo de desgastes dentários pelo bruxismo.

 

restauração onlay e inlay diferença
Onlay e Inlay: diferenças está na extensão e presença de paredes para suporte da restauração dentária.

 

 

 

Porcelana, zircônia ou resina: selecionando o melhor material.

 

A restauração dentária do tipo onlay e inlay pode ser confeccionada em três diferentes tipos de materiais: resinas compostas, porcelana ou zircônia. A seleção do material ideal depende de diversos fatores examinados pelo dentista durante o exame clínico e análise de imagens radiográficas ou tomográficas – os mais importantes são a extensão do bloco, riscos para fraturas dentárias, presença de bruxismo e localização do dente. Confira você mesmo as diferenças e indicações destes materiais:

 

onlay e inlay em resina composta

É a versão com preço mais em conta entre as técnicas do tipo onlay e inlay. A vantagem desta técnica comparada à restauração dentária convencional está na maior durabilidade do tratamento, um resultado do uso de resinas mais reforçadas. Os resultados estéticos, elevados, são comparáveis à técnica com porcelana.

 

onlay e inlay em porcelana

Também conhecido como restauração dentária em porcelana, é a técnica ideal para qualquer situação: resultados estéticos elevados e muita durabilidade. Confeccionada manualmente em laboratório ou através de fresagem computadorizada de blocos cerâmicos já prontos, é ideal para recuperar perdas dentárias extensas e tratamentos combinados com lentes de contato dental e facetas de porcelana.

 

onlay e inlay em zircônia

A zircônia é um material bastante utilizado na confecção de próteses dentárias fixas, pinos protéticos, dentaduras fixas do tipo protocolo e até mesmo implantes dentários. Mais rígido e durável que a porcelana odontológica (cerâmica), tem como desvantagem resultados estéticos limitados e indicações restritas a dentes posteriores. As vantagens da restauração dentária em zircônia ficam por conta do preço mais em conta comparado à sua versão em cerâmica.

 

onlay e inlay em metal

A restauração dentária do tipo onlay e inlay é mais antiga do que se pode imaginar. Prova disso são os blocos confeccionados com ligas metálicas, uma forma com estética deplorável mas que traz elevada durabilidade, resistência e prevenção a fraturas dentárias. Em desuso, este tipo de material foi importante para estabelecer as bases científicas do tratamento.

 

onlay e inlay em resina
Inlay em resina composta: com resultados estéticos elevados, a técnica tem como desvantagem a menor durabilidade do tratamento.

 

 

Vantagens e desvantagens da técnica onlay e inlay.

 

O paciente preocupado com os resultados estéticos e de durabilidade de procedimentos dentários leva em considerações vários fatores antes de decidir-se pela técnica e material utilizados. Ainda assim, informações adicionais sobre as vantagens, desvantagens e problemas das restaurações dentárias tipo onlay e inlay são essenciais para que as decisões atendam às exigências e desejos individuais.

 

Vantagens:

menor risco para infiltrações por cárie dentárias;

maior durabilidade;

maior resistência a desgastes dentários;

podem substituir prótese dentária fixa em porcelana em casos selecionados;

prevenção de fraturas e desgastes dentários.

 

Desvantagens:

podem exigir até duas consultas;

preço.

 

 

restauração dentária infiltrada
Restaurações dentárias antigas e fraturadas são indicações para a técnica tipo in-lay.

 

 

O tratamento, passo a passo.

 

O passo-a-passo do tratamento com restauração dentária onlay e inlay é simples e está dividido em duas técnicas. A principal diferença entre elas é que, enquanto uma é realizada em consulta única (mesmo dia), a outra necessita de duas consultas dentáris espaçadas em até 7 dias – e o uso de restauração dentária provisória.

 

técnica com consulta única (mesmo dia)

O tratamento realizado em consulta única utiliza um sistema computadorizado tipo CAD-CAM. Nesta técnica, as moldagens são substituídas pelo escaneamento digital e elaboradas em softwares específicos para modelagem virtual. Feito isso, uma fresadora computadorizada esculpe um bloco restaurador com encaixes precisos e anatomia e cor semelhantes ao dente tratado.

 

técnica com duas consultas

A técnica com duas consultas, que pode exigir até 7 dias de intervalo entre as sessões, necessita do envio de modelos físicos ou virtuais para um laboratório de prótese dentária – o tratamento com consulta é realizado apenas em consultórios equipados com equipamentos CAD-CAM. Além do tempo de espera, a diferença também fica por conta do uso de restaurações dentárias provisórias, um dispositivo com estética satisfatória e que requer cuidados durante o período de espera.

 

onlay e inlay porcelana
O tratamento em duas consultas requer o uso de laboratório de prótese dentaria e aplicação manual.

 

 

Restauração dentária em porcelana, a grande estrela das técnicas.

 

A mais famosa técnica do tipo onlay e inlay é a restauração dentária em porcelana (cerâmica). Confeccionada os mesmos materiais utilizados em tipo lente de contato dental e faceta de porcelana, trazem estética elevada para procedimentos que combinam restaurações dentárias, laminados cerâmicos e próteses dentárias fixas em porcelana pura.

 

A restauração dentária em porcelana é a técnica que pode oferecer resistência, durabilidade e estética em níveis elevados – a zircônia, por enquanto, ainda não traz estética satisfatórias para procedimentos realizados em dentes anteriores ou com visibilidade direta ao falar ou sorrir. As indicações, múltiplas, podem até mesmo substituir coroas dentárias em porcelana até mesmo para tratamentos de prevenção de desgastes dentários pelo bruxismo.

 

Preço mais elevado vale a pena?

 

As restaurações dentárias convencionais contam, a cada ano, com resinas compostas mais resistentes a desgastes e amarelamento. Apesar dessas inovações, esta técnica exige manutenção anual para polimento superficial e substituições frequentes que compensam a perda de anatomia funcional. Quanto maior a extensão da restauração, mais frequentes são as trocas deste dispositivo restaurador, aumentando consideravelmente o custo do tratamento ao longo dos anos.

 

A restauração onlay e inlay traz custos mais elevados comparados à técnica com resina, um fator decisivo para os pacientes sensíveis ao preço de procedimentos odontológicos. Por outro lado, a ideia para tratamentos restaudadores com elevada durabilidade, resistência e estética pode ser decisiva para os indivíduos que procuram soluções mais duradouras, resistentes e estéticas. Para estes, o tratamento é, sim, a melhor escolha para recuperar dentes cariados e restaurados, diminuir a substituição frequente e prevenir fraturas dentárias causadas por materiais com resistência mecânica inferior.

 

Ainda em dúvida? Saiba mais sobre restauração dentária em porcelana.

Aproveite também para ler os posts relacionados:

Voltar para o blog