BLOG

Luis Gustavo Morato Leite

Prótese protocolo e overdenture: qual a ideal para substituir dentadura?


 

Luís Gustavo Leite é especialista em gengivas (periodontista) e especialista em próteses dentárias, ambas pela UFRGS, em Porto Alegre.

 

Protose protocolo e overdenture: qual a diferença entre elas?

 

A vida do portador de dentaduras é repleta de limitações, sacrifícios e perda da autoestima. Não bastassem os problema frequentes tão característicos à prótese total como dor e dificuldade para mastigação, as perdas ósseas progressivas que ocorrem após as perdas dentárias, aliadas à fragilidade crescente das gengivas (mucosas), também contribuem para reduzir a qualidade de vida dos seus portadores. Para eles, a prótese protocolo e a prótese overdenture podem ser as únicas alternativa para recuperar a saúde e o prazer mastigatório.

 

Mais eficiente para mastigar e contando com uma ampla gama de materiais, a prótese dentário tipo protocolo é fixada rigidamente aos implantes dentários. Não é possível ao paciente removê-la, já que as fixações rígidas só podem ser desconectadas pelo dentista. Por outro lado, a rigidez excessiva melhora a mastigação e também permite a utilização de materiais mais estéticos e duráveis como a porcelana e a zircônia.

 

A prótese overdenture tem entre as principais diferenças da prótese protocolo a possibilidade para ser removida pelo próprio paciente, o que pode ser importante para facilitar a higiene em indivíduos com problemas motores (idosos, Mal de Parkinson). Ou vantagem é que ela precisa de um número menor de implantes dentários para ser confeccionada, uma característica importante em várias situações.

 

protese protocolo e overdenture diferenças diagrama
Prótese protocolo e overdenture: diferenças.

 

 

Protese protocolo: prós e contras

 

Ideal para uso em ambas as arcadas dentárias, a prótese dentária protocolo, também conhecida como dentadura fixa, é a primeira opção para substituir dentaduras convencionais ou prótese parcial removível quando os dentes necessitam ser removidos por periodontite avançada (perdas ósseas severas e mobilidade dental que gera desconforto ao mastigar). Veja os prós e contras da prótese protocolo:

 

Prós:

maior eficiência mastigatória;

estética marcarte;

elevada durabilidade;

maior variedade de materiais disponíveis;

 

Contras:

não pode ser removida pelo paciente;

preço;

requer um número elevado de implantes.

 

 

Overdenture: prós e contras.

 

Utilizada, na maioria das vezes, para melhorar a mastigação de portadores de dentaduras sensíveis aos preços mais elevados de tratamentos com implantes dentários, a overdenture tem indicações mais amplas do que esta, como viabilizar o tratamento em indivíduos com pouco suporte ósseo ou facilitar a higienização (remoção de restos de alimentos e placa bacteriana) em pacientes com dificuldade motora. Veja os prós e contras da prótese overdenture:

 

Prós:

preço mais em conta;

requer um número reduzido de implantes dentários;

pode ser removida pelo paciente (higiene oral).

 

Contras:

menor durabilidade;

estética apenas razoável.

 

protese protocolo e overdenture encaixe
Prótese overdenture para arcada inferior (mandíbula): encaixes permitem a remoção pelo próprio paciente, uma característica importante para indivíduos com dificuldades motoras.

 

 

Osso disponível e número de implantes dentários.

 

A seleção entre os dois tipos de próteses dentárias sobre implantes dentários para substituir dentaduras nem sempre é uma escolha baseada somente na diferença de preço entre elas. Em boa parte dos casos, é a quantidade de osso disponível quem determina qual dispositivo protético será utilizado. A razão para isto está na maior sobrecarga sobre os implantes dentários que a dentadura fixa (protocolo) proporciona, exigindo osso em altura e largura suficientes que nem sempre estão disponíveis.

 

O número exato de implantes dentários necessários à prótese dentária protocolo varia conforme fatores como a quantidade de osso disponível ou a força muscular individual de cada indivíduo. Em média, são necessários um mínimo de 4 implantes dentários na arcada inferior e entre 6 a 7 implantes dentários na arcada superior.

 

A prótese overdenture, por sua vez, exige um número mínimo de 2 implantes dentários na arcada inferior e 4 implantes dentários na arcada superior. Tratamentos com números mais elevados de dispositivos implantodônticos para esta técnica também são comuns. Nestes casos, a opção deve-se por questões como impossibilidade motora para limpar entre os implantes dentários na técnica protocolo ou implantes dentários instalados em posições inadequadas, o que impede a confecção de dentaduras fixas.

 

 

Tipos de próteses protocolo: da resina à porcelana e zircônia.

 

Para quem vai iniciar o tratamento com dentadura fixa sobre implantes dentários, a seleção entre os vários tipos (materiais) de próteses dentárias tipo protocolo pode ser importante até mesmo antes de iniciar o planejamento. Atualmente, estão disponíveis quatro versões: acrílico sobre metal, porcelana sobre metal, porcelana sobre zircônia e zircônia pura. Veja a diferença entre elas:

 

Prótese protocolo em acrílico sobre metal

Com preço mais em conta, a prótese protocolo em acrílico é confeccionada com materiais semelhante aos utilizados em dentaduras e ponte móvel com grampos em metálicos. Com resultados estéticos satisfatórios, traz durabilidade reduzida comparada às técnicas com porcelana ou zircônia.

 

Prótese protocolo em porcelana sobre metal

Desenvolvida para proporcionar durabilidade e estética mais próxima aos dentes naturais, a prótese protocolo em porcelana sobre metal traz preço intermediário e pode ser utilizada sobre o mesmo número de implantes dentários necessários às versões em zircônia ou porcelana sobre zircônia.

 

Prótese protocolo em porcelana sobre zircônia

Trazendo resultados estéticos marcantes que podem ser próximos às transformações de impacto com laminados cerâmicos do tipo lente de contato dental e faceta de porcelana, a prótese protocolo em porcelana sobre zircônia é a ideal para indivíduos exigentes com a estética e harmonia do sorriso.Protocolo em zircônia: especialista em Porto Alegre explica o tratamento.

 

Prótese protocolo em zircônia pura

Versão com preço mais em conta à técnica com porcelana sobre metal, o protocolo em zircônia pura traz elevada durabilidade com estética apenas razoável – motivo pelo qual ainda é pouco utilizada, apesar dos recentes avanços deste material para reproduzir cores e transparências próximas aos dentes naturais.

 

protese protocolo em zircônica pura
Prótese protocolo em zircônia: conexões internas com implantes dentários também são em zircônia.

 

 

Enxerto de osso.

 

Após a perda dos dentes, um processo de remodelação óssea dá início à reabsorção do osso que antes envolvia as raízes dos dentes. É um processo natural, mais intenso nos primeiros meses após a extração e que continua, de forma lenta e progressiva, ao longo da vida. Fatores como o número de anos passado das extrações dentária, fisiologia individual e anatomia óssea desfavorável frequentemente resultam em arcadas dentárias com pouco osso disponível para a inserção dos implantes dentários. Nestes casos, o enxerto de osso é essencial para viabilizar o tratamento.

 

Procedimentos com enxerto de osso prévios à instalação dos implantes dentários são mais comuns na maxila (arcada superior) do que na mandíbula (arcada inferior). Os motivos para isto vão das taxas maiores de sucesso para emprego de técnicas cirúrgicas mais simples com osso proveniente de fontes nas humanas, além da necessidade para um número maior de implantes dentários nestas regiões.

 

 O emprego de enxerto ósseo em mandíbula é pouco usual no tratamento com prótese protocolo e overdenture. O que acontece, nestes casos, é que os aumentos ósseos na arcada inferior quase sempre exigem o emprego de osso coletado do próprio paciente ou técnicas cirúrgicas mais complexas – com as telas de titânio. Não à toa, a dentadura fixa instalada na arcada inferior é quase sempre realizada com implantes dentários instalados apenas na região anterior da mandíbula.

 

A seleção do tipo de osso utilizado é uma questão técnica, não devendo ser escolhida por fatores como preço ou opções pessoais. Nem todo tipo de enxerto ósseo é, necessariamente, realizado com osso bovino liofilizado. Atualmente, fontes alternativas sintetizadas a partir de minerais, como a hidróxiapatita,  podem sem alternativas com bom prognóstico em várias situações.

 

 

Cirurgia para implantes dentários: pré-operatório e pós-operatório.

 

Uma etapa importante do tratamento com prótese protocolo ou overdenture é a cirurgia para instalação dos implantes dentários. Realizada em uma única consulta, ela pode ser feita pela técnica tradicional ou através da cirurgia sem cortes e pontos de sutura (cirurgia guiada). O tempo do procedimento cirúrgico costuma variar entre uma a três horas, dependendo do número de dispositivos implantodônticos instalados e enxerto de osso – este, quando necessário e passível de ser feito concomitante.

 

O pré-operatório da cirurgia é simples e frequentemente exige-se ao paciente iniciar a antibioticoterapia 24 hs antes do início do procedimento. Já o pós-operatório exige alguns dias do paciente em repouso, livre de atividades físicas, associado à alimentação pastosa e fria nas primeiras 48 horas e continuação da terapia com antibióticos. A remoção da sutura dá-se entre o sétimo e décima da cirurgia.

 

O uso de dentaduras sobre a área operada é possível em algumas situações. Dependendo do caso, pode-se instalar uma prótese dentária tipo protocolo, provisória, sobre os implantes dentários recém-instalados. Para isso, uma série de condições favoráveis à técnica conhecida como carga imediata são exigidas para evitar perdas precoces dos dispositivos implantodônticos recém instalados.

 

cirurgia sem cortes e pontos implante dentário post blog
Cirurgia guiada: ausência de cortes e pontes de suturas maior precisão da técnica.

 

 

Tempo de tratamento.

 

Da cirurgia para instalação dos implantes dentários até a instalação da prótese dentária definitiva são necessários entre 4 a 7 meses, dependendo da condição óssea inicial e do tipo de dispositivo implantodôntico utilizado. Cirurgia para enxerto de osso, dependendo do local e técnica utilizadas, pode aumentar o tempo de tratamento com prótese dentária protocolo ou overdenture em mais 4 a 6 meses.

 

 

Preço.

 

A diferença de preço entre a prótese protocolo e overdenture pode ser significante conforme o número de implantes dentários e os materiais utilizados. Dentaduras fixas confeccionadas em porcelana e zircônia podem custas até 3X mais que versões em resina convencional.

 

A prótese overdenture tem preço mais em conta comparada à prótese protocolo, porém só pode ser confeccionada em acrílico – o que costuma ser um problema para os pacientes mais exigentes com a estética do seu sorriso. Entretanto, é preciso estar ciente de que os valores dos tratamentos também variam conforme o laboratório de prótese dentária utilizada, material e honorários do dentista selecionado.

 

Dentadura fixa.

 

A confusão entre vários tipos de próteses dentárias fixas sobre implantes dentários pode atrapalhar o paciente durante a seleção do dispositivo ideal. A dentadura fixa, muitas vezes confundida com a prótese overdenture, é, na verdade, a própria prótese protocolo.

 

O motivo para as confusões entre a dentadura fixa e a prótese overdenture é que esta última frequentemente apresenta bordas mais largas, semelhantes à protese total convencional. É importante que o paciente esteja atento a estes nomes técnicos para evitar frustrações com a contratação de serviços odontológicos que não atendam às necessidades estéticas, mastigatórias e de fonação.

 

dentadura fixa
Dentadura fixa em porcelana sobre metal: estética marcante semelhante à prótese dentária fixa em porcelana.

 

 

Prótese protocolo all-on-four é alternativa com preço mais em conta.

 

Uma alternativa seja para pacientes sensíveis ao preço de tratamentos com implantes dentários ou que não dispõe de osso suficiente é a prótese protocolo ou overdenture na técnica all-on-four. Bastante popular na Europa, esta técnica permite a fixação da dentadura fixa sobre um número mínimo de quatro implantes dentários na arcada superior.

 

Apesar da praticidade, a prótese dentária all-on-four exige que os quatro implantes dentários estejam distribuídos de forma quase simétrica na maxia – o que permite uma distribuição uniforme das forças mastigatórias, minimizando perdas ósseas ou fraturas dos dispositivos implantodônticos. Outra característica desta técnica é que ela apenas permite o uso da resina acrílica, o que pode ser um problema para quem exige estética mais natural e marcante com porcelanas e zircônia.

 

Saiba mais sobre o tratamento com prótese dentária clicando aqui.

Ou aproveite para ler os post relacionados:

Voltar para o blog